Conheça o Ethereum: 2ª maior criptomoeda do mercado

Compartilhe a criptoeconomia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

O Ethereum é conhecido por ser a segunda maior criptomoeda do mercado. O que faz seu projeto ter valor é a grande usabilidade que ele tem. Conheça:

A blockchain do bitcoin foi criada para provar que o dinheiro pode ser seguro e descentralizado.

O Ethereum foi além: ele mostra que a internet toda pode ser descentralizada.

A blockchain do ethereum é uma plataforma aberta que permite que outros projetos, criptomoedas e aplicativos possam ser criados dentro dela.

Ele também possui sua própria criptomoeda, o Ether, que funciona como o “combustível” da rede.

As taxas pagas pelos aplicativos criados dentro da rede, são pagas em ETH – que hoje é a segunda maior criptomoeda do mercado.

É como se ele fosse um grande computador mundial, que todos podem utilizar para criar novas aplicações e smart contracts.

Hoje, mais de 60% dos projetos de criptomoedas são construídos na estrutura do Ethereum.

Sua plataforma é usada para diversas finalidades, inclusive, o governo do Canadá utiliza a blockchain ethereum para dar mais transparência nas suas instituições.

Isso tudo foi possível devido a criação dos smart contracts, que são aplicações programadas para executar automaticamente regras pré-estabelecidas.

Por exemplo, imagine que você precisa contratar um serviço. Você e o contratado vão determinar algumas regras para o serviço e pagamento. Explicamos melhor:

Você contratou um arquiteto para criar a sala do seu escritório. Até dia X ele precisa apresentar uma proposta da planta e então você vai realizar uma parte do pagamento.

Assim que ele tiver essa proposta, ele vai subir na rede e o pagamento será realizado. Caso ele atrase, o pagamento não será feito.

Resumindo, um smart contract são determinadas regras que duas partes combinam para realizar um projeto, trabalho, compra, venda, etc.

As regras devem ser seguidas, caso contrário, a ação seguinte não será realizada. Tudo isso é feito de forma automatizada, programada na rede.

Mas e como surgiu o Ethereum?

A plataforma foi criada por Vitalik Buterin, um programador russo. Ele ficou encantado com a tecnologia e blockchain do bitcoin e saiu pelo mundo conhecendo pessoas que estavam trabalhando com a criptomoeda.

Foi conhecendo novas pessoas e se aprofundando na tecnologia que ele percebeu que poderia descentralizar outros setores.

Usando como base o código do bitcoin, Vitalik publicou o white paper inicial do projeto Ethereum.

Depois disso, muitas pessoas começaram a se interessar pelo projeto, incluindo o cientista da computação Gavin Wood, que se tornou co-fundador do ethereum.

Em julho de 2014 foi lançado o ICO que conseguiu arrecadar US$ 18,5 milhões. Em julho de 2015 a blockchain começou a funcionar.

O Hard Fork Ethereum:

Um ano depois de estar em funcionamento, em junho de 2016, um hacker roubou US$ 50 milhões em Ether de um app construído na rede Ethereum.

Após esse hack, os desenvolvedores da blockchain se reuniram para debater e decidiram restaurar a rede, para recuperar os ETH perdidos.

Nem toda rede concordou com essa decisão, então, a plataforma passou por um hard fork (uma separação): a blockchain “original”, com o registro do desfalque milionário, passou a ser chamada de Ethereum Classic (ETC), enquanto a nova rede atualizada, continuou com o nome Ethereum e sem o desfalque.

Por que comprar Ethereum?

Como falamos anteriormente, a rede Ethereum oferece uma plataforma onde diversas aplicações podem ser criadas.

Ela é uma rede programável e com alto uso no dia a dia, com uma estrutura complexa, acessível e rápida.

Enquanto o Bitcoin é minerado, em média, um bloco a cada 10 minutos, o Ethereum é, em média, um bloco a cada 13 segundos.

Com a nova atualização, que já está em funcionamento a 5 anos, a rede não passou mais por grandes obstáculos como fraudes, interferência, hacks nem tempo de inatividade. 

Portanto, ela provou ter se tornado uma rede extremamente segura.

No aplicativo Bancryp você compra Ethereum em poucos passos, a partir de R$25.

Basta você ir em Compra Cripto > Selecionar a criptomoeda ETH > Colocar o valor que deseja comprar em reais e confirmar a operação.

Compartilhe a criptoeconomia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram