A história do Pizza Day: a primeira compra feita com Bitcoin

história do pizza day

Compartilhe a criptoeconomia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Em 22 de maio de 2010, a primeira compra oficialmente paga com Bitcoin foi feita. 11 anos depois, usar criptomoedas no dia a dia já é uma realidade para muitas pessoas.

Conheça os bastidores dessa história e entenda porque a data é tão importante para os entusiastas do Bitcoin.

Era uma vez um programador com fome… de fazer história.

Em 2010, o programador húngaro Laszlo Hanyecz vivia em Jacksonville, Flórida (EUA), dois anos após o protocolo original do Bitcoin ter sido publicado, num estágio bastante inicial da criptomoeda — que valia somente alguns centavos.

Laszlo já havia minerado 70 mil bitcoins, e queria provar que a novidade poderia servir para coisas simples, como pagar por uma refeição.

Como na época nenhum comércio era familiar com a ideia, e muito menos existiam maquininhas que facilitassem o processo, ele precisaria de um jeito para a troca.

Foi assim que teve a ideia de oferecer 10 mil bitcoins num fórum da internet para quem pedisse duas pizzas e mandasse entregar em seu endereço. O desafio foi aceito por outro entusiasta da criptomoeda, que morava na Califórnia.

Feita a transferência de bitcoins para o endereço do californiano, este fez o pedido e as pizzas — que custaram US$ 41,00 — foram entregues na casa de Laszlo.

Laszlo em 2018, com seus dois filhos e mais pizzas que comprou com Bitcoin.

O que o Pizza Day representa hoje

Apesar de ter sido, provavelmente, a pizza mais cara da história, a data tem um significado maior para quem acompanha a criptoeconomia.

Trata-se da primeira transação em que alguém adquiriu um produto físico pagando com Bitcoin, mostrando que a criptomoeda passou a ser entendida como meio de troca.

Foi a primeira vez que uma moeda digital, sem nenhum intermédio de bancos centrais ou governos, pode servir para o mesmo propósito que a moeda fiat (moeda oficial emitida por cada país).

Desde então, o Bitcoin só ganhou mais força e popularidade, já sendo aceito como pagamento para todo tipo de produto ou serviço ao redor do mundo.

Pizza, churrasco, suco verde e mais!

A Bancryp tornou o pagamento com Bitcoin uma realidade muito mais tangível.

Através das nossas soluções, todos podem usar criptomoedas em compras do dia a dia, da mesma forma que já estamos acostumados a usar um cartão de crédito/débito, ou um aplicativo de pagamentos.

O Multi Open Shopping, em Florianópolis, é o primeiro do Brasil a aceitar Bitcoin em quase todas as lojas.

Você também pode aceitar Bitcoin em seu negócio através da maquininha Bancryp, sabia? Acesse nosso site e confira como garantir a sua!

Não se esqueça de compartilhar este conteúdo com mais pessoas interessadas em Bitcoin, e acompanhar nossos canais oficiais:

Telegram: https://t.me/bancrypEN 

Facebook: https://goo.gl/uSFiLb 

Instagram: https://goo.gl/UfKeSr 

Twitter: https://goo.gl/8CbCms 

YouTube: https://goo.gl/LmkeD2 

FAQ e Suporte: https://bit.ly/2UjF6hk 

Compartilhe a criptoeconomia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram